Missão do BID dá parecer favorável a credenciamento do TCM-PA


Os consultores Antônio Hideo Yamada e Juliana Dubeux, da representação do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) no Brasil, informaram, nesta quinta-feira, 17, que decidiram recomendar o Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Pará (TCM-PA) como elegível a ser credenciado para executar auditorias nos projetos e programas financiados pelo BID, que é a principal fonte de financiamento multilateral da América Latina, e que oferece soluções para problemas de desenvolvimento. A informação foi anunciada ao presidente do TCM-PA, conselheiro Cezar Colares, durante apresentação do Sistema Processo Eletrônico, no plenário do Tribunal, da qual os consultores do BID participaram.

Os consultores Antônio Hideo Yamada e Juliana Dubeux realizaram, no período de 14 a 18 deste mês, visita de avaliação ao TCM-PA. Eles foram recebidos pelo presidente Cezar Colares, pelos consultores técnicos da presidência Sérgio Bacury e Aristides Gomes Pinheiro Neto, pelo diretor de Tecnologia da Informação Diógenes Carneiro, pelo diretor adjunto da DTI, Helder Moraes, e pelo coordenador do Núcleo de Auditoria Operacional (NAOP/TCM-PA) Mário Medina.

Antônio Hideo Yamada elogiou o trabalho que vem sendo realizado pelo Tribunal de Contas, com destaque para alguns programas como o Sistema Processo Eletrônico. Ele apresentou algumas recomendações, a título de colaboração para o aprimoramento das ações do Tribunal, que o presidente Cezar Colares se prontificou a executá-las, sendo que algumas delas já estão em fase de implementação.

DIAGNÓSTICO

Antes da visita da missão do BID, o presidente Cezar Colares manteve os contatos iniciais com o especialista Fiduciário Sênior em Gestão Financeira do BID, Santiago Schneider, através do qual o TCM-PA repassou informações sobre marco normativo, normas internas e regulamentos, procedimentos de controle de qualidade, estrutura organizacional e abordagem de auditoria do Tribunal, para que o BID efetuasse um diagnóstico adequado e conhecesse as práticas de auditoria realizadas pelo Tribunal de Contas, para posterior definição dos procedimentos de ajustes e capacitação a serem feitos, no sentido de adequar o TCM-PA às normas e práticas de auditoria adotadas pelo BID.