Ex-prefeito de Rurópolis tem contas rejeitadas e terá de recolher R$ 6,8 milhões aos cofres do Município


O Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Pará (TCM-PA) não aprovou a prestação de contas de gestão de 2012 da Prefeitura de Rurópolis, de responsabilidade de Aparecido Florentino Silva, que terá de devolver aos cofres municipais, devidamente atualizada, a importância de R$ 6.883.532,90, referente a divergência entre o valor declarado pela Prefeitura e o valor encontrado na análise do Tribunal e confirmado no site do Portal da Transparência.

O gestor Aparecido Florentino Silva terá de devolver também a importância de R$ 15.730,00 devido a pagamento feito à maior a agentes políticos.

 

CONTAS DE GOVERNO

Em relação às contas de governo de 2012 da Prefeitura de Ruróplois, o Tribunal emitiu parecer prévio contrário à sua aprovação pela Câmara Municipal, por descumprimento a normas constitucionais. Ele foi multado em R$ 1.730,85.

Cópias dos autos serão enviadas ao Ministério Público Estadual para as providências cabíveis.

As decisões foram tomadas em sessão plenária ordinária realizada nesta terça-feira (09/04). Os resultados das sessões plenárias estão disponíveis no portal www.tcm.pa.gov.br, no link Pautas Eletrônicas e Decisões. As sessões são transmitidas ao vivo pela Web Rádio TCMPA, também acessada pelo Portal da Corte de Contas.