Arquivo Geral tem novo espaço e TCMPA amplia capacidade de digitalização de processos


O Tribunal de Contas dos Municípios do Pará (TCMPA) concluiu, nesta quinta-feira (10), a transferência total de documentos em papel que estavam no antigo Arquivo Geral, que funcionava em um galpão na sede da Corte de Contas. Os documentos foram transportados para um galpão mais amplo, alugado na Travessa Mágno de Araújo, bem próximo ao TCMPA, “com melhores condições para dar prosseguimento a ação de digitalização, agora num volume e esforço potencializados”, informou Jorge Cajango, secretário Geral do TCMPA.

Jorge Cajango esclareceu que a digitalização de processos é imprescindível para a implementação da informatização de todos os setores do TCMPA e faz parte do Planejamento Estratégico do Tribunal, que tem prosseguimento na gestão do presidente Sérgio Leão, que visitou as novas instalações do Arquivo Geral, nesta quinta-feira.

Cajango destacou que a contratação da nova empresa, cujo processo licitatório já foi finalizado, possibilitará aumentar o volume de documentos digitalizados. “Esperamos concluir a digitalização de todos os processos em papel do TCMPA no prazo de um ano. O Tribunal guardará em papel somente documentos de ordem histórica e litigiosa, que por ventura estejam em algum processo litigioso”.

O secretário Geral do TCMPA explicou o que acontecerá com os documentos em papel após serem digitalizados. Segundo ele, alguns documentos em papel, que não forem de ordem histórica ou litigiosa, serão devolvidos aos órgãos de origem, como prefeituras e câmaras municipais. Os que puderem ser devidamente destruídos serão encaminhados para reciclagem. “Os documentos em papel que vão permanecer no Tribunal são em quantitativo bem reduzido, e ainda assim já digitalizados”, ressaltou Jorge Cajango.