TCM-PA vai lançar Geo Obras em caráter experimental

Versão para impressão

O Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Pará vai lançar, neste semestre, em caráter experimental, o Geo-Obras, um sistema informatizado, que vai gerenciar informações de obras e serviços de engenharia executados por órgãos e entidades da esfera municipal.

Segundo esclareceu o presidente do TCM-PA, conselheiro Daniel Lavareda, são os próprios governos municipais que vão inserir e anexar, no sistema, informações sobre licitação, contratação e execução, direta ou indireta. “O Tribunal de Contas do Estado do Mato Grosso nos cedeu o sistema por meio de convênio de cooperação técnica. O Geo-Obras trará inúmeros benefícios para os técnicos do nosso Tribunal, os jurisdicionados, e para o público em geral”, destacou Lavareda.

O coordenador do Núcleo de Fiscalização de Obras Públicas (NUFOP) do TCM-PA, Ricardo Nunes, explicou que o Geo-Obras é uma poderosa ferramenta de consulta dos investimentos nos municípios, que pode ser acessada por meio do Portal do Jurisdicionado, no site do Tribunal.

O Geo-Obras é constituído de quatro módulos: Jurisdicionado, Auditor, Parceiros e Cidadão. Cada módulo disponibilizará informações específicas de acordo com a necessidade do público alvo. No módulo Auditor, por exemplo, os servidores do Tribunal poderão fazer análises, monitoramento e fiscalizações. No módulo Jurisdicionado, o Geo-Obras poderá ser utilizado pelos prefeitos como excelente ferramenta de gestão.

No módulo Cidadão, que tem link direto com a Ouvidoria, o Geo-Obras é mais uma ferramenta para a sociedade exercer o controle social, pois qualquer cidadão poderá enviar documentos, imagens, informações, registrar notícias de irregularidade e fazer outras manifestações, como reclamações, solicitações, sugestões e elogios.