TCM-PA vai digitalizar 8 milhões de páginas de processos em 2018 através do GED

Versão para impressão

Com o início da implantação do projeto GED (Gestão Eletrônica de Documentos) o Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Pará (TCM-PA) digitalizará, este ano, 8 milhões de páginas de processos. A implantação do GED vai gerar maior rapidez, economia e eficácia na produção e uso de documentos, possibilitando que as informações estejam disponíveis e acessíveis para as pessoas com o menor custo possível.

Ao abrir a reunião de apresentação do GED, nesta segunda-feira, dia 7 de maio, a conselheira vice-presidente Mara Lúcia, diretora Geral da Escola de Contas Públicas “Conselheiro Irawaldyr Rocha”, comentou que a gestão de documentos, em seu sentido mais amplo, significa assegurar acesso pleno aos documentos e às informações necessárias à tomada diária de decisões e à garantia de deveres e direitos. Participaram da reunião, representantes da Presidência, gabinetes dos conselheiros, Controladorias, e Ministério Público de Contas dos Municípios (MPCM).

 

INFORMAÇÕES NA NUVEM

A implantação do GED está sob a responsabilidade da Escola de Contas Públicas. O técnico Mauro Souza, coordenador do GED, explicou que o projeto é desenvolvido em software livre, baseado no Software Alfresco, e faz parte do plano de gestão do biênio 2017/2018, da administração do conselheiro presidente Daniel Lavareda. “O GED permite gerar, controlar, armazenar, compartilhar e recuperar informações existentes em documentos, com maior precisão e rapidez”.

A ordem de serviço dando início aos trabalhos foi assinada em março passado. Em abril foi feita a montagem da esteira de produção, possibilitando, o início da digitalização dos processos de julgamentos de contas em maio, com a implantação do sistema na nuvem do TCM-PA.

Desde sua criação o Tribunal recebeu milhares de processos (toneladas em papel), referentes a prestações de contas de prefeituras, câmaras, secretarias e demais órgãos das administrações direta e indireta dos municípios paraenses, bem como de entidades que receberam recursos municipais por meio de convênios.

O secretário Geral do TCM-PA, Jorge Cajango, explicou que essa transformação, com a gradual substituição de documentos físicos por documentos digitais, também está sendo possível graças ao advento da prestação de contas eletrônica com a implantação do e-Contas, do Sistema de Processo Eletrônico (SPE) e de outras ferramentas eletrônicas, que foram eliminando a necessidade do envio de grande volume de papeis.

Segundo Mauro Souza, por meio do GED, processos de julgamento em papel serão organizados e digitalizados com a segurança e integridade necessárias para garantir a fidelidade com o documento original, possibilitando, portanto, sua segurança jurídica, agregando alta disponibilidade de acesso e integridade de seu conteúdo.