Presidente do TCM-PA, conselheiro Daniel Lavareda, recebe medalha do Ministério da Integração Nacional

Versão para impressão

O presidente do TCM-PA, conselheiro Daniel Lavareda, foi agraciado, nesta quarta-feira (22/11), com a Medalha “Defesa Civil Nacional – Ano 2016/2017”, a maior honraria concedida pelo Ministério da Integração Nacional em reconhecimento aos serviços prestados ao País em assuntos de defesa civil. A solenidade na Procuradoria Geral da República foi presidida pelo ministro Helder Barbalho, que fez a entrega da medalha Grau de Grande Oficial, ao conselheiro Daniel Lavareda. A presidente do Tribunal de Contas do Estado do Pará (TCE-PA), conselheira Lourdes Lima, e a desembargadora presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, Suzy Elizabeth C. Koury, também foram homenageadas, entre outras personalidades.

Foram condecoradas mais de 100 personalidades, entre civis e militares, que ajudaram a salvar vidas ou que trabalham para o fortalecimento da defesa civil do País, de forma direta ou indireta. A medalha condecora nas seguintes categorias: Grau de Grande Oficial, Grau de Comendador e Grau de Cavaleiro. A última premiação havia sido realizada em 2013. Duas portarias, uma referente aos condecorados do ano de 2016 e outra do ano de 2017, foram publicadas no Diário Oficial da União do dia 20/11.

RESPONSABILIDADE

O conselheiro Daniel Lavareda disse que receber a honraria significa responsabilidade. “Muito mais importante do que mérito é a responsabilidade de carregar essa medalha, que significa o reconhecimento do Ministério da Integração Nacional a todos aqueles que colaboram com democracia no Brasil, que procuram fazer um regime democrático e lutam por esse País. Carregar no peito essa medalha significa, acima de tudo merece-la durante todo o tempo da sua vida, daí a responsabilidade”, comentou Lavareda.

O presidente Daniel Lavareda agradeceu ao ministro Helder pela distinção e disse que dividia a premiação com os demais conselheiros e servidores do Tribunal. “Nós temos procurado, como instituição, fazer um trabalho de parceria com os municípios paraenses e temos avançado nesse sentido. Nós saímos daquela figura de cão de guarda para a de cão guia, aquele que procura orientar os municípios para a condução e aplicação correta dos gastos públicos. E temos obtido êxito, a partir do momento em que temos reconhecimento nacional, por exemplo, pelo TAG da Transparência, um evento pelo qual nós conseguimos construir no Pará, uma luz de transparência, quando não existia”, destacou.

Segundo Daniel Lavareda, “esse trabalho que nós estamos desenvolvendo já foi reconhecido pelo Conselho Nacional de Justiça, foi um dos finalistas do Prêmio Innovare. E nós estamos trabalhando para avançarmos mais ainda, procurando parcerias com os municípios, para conseguirmos, cada vez mais, êxito em nossa administração”, afirmou.

RECONHECIMENTO

A presidente do TCE-PA, conselheira Lourdes Lima, afirmou que a medalha era o reconhecimento ao trabalho de todos os que fazem o Tribunal de Contas do Estado, em defesa dos interesses do Pará. Ela disse que dividia a honraria com seus pares e com os servidores do Tribunal, e que estava enormemente agradecida ao ministro Helder Barbalho pela indicação à distinção.

A desembargadora presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, Suzy Elizabeth C. Koury, disse que recebia a homenagem com muita alegria em nome de todas as instituições do Trabalho dos Estados do Pará e do Amapá, que estava ali representando. “Essa medalha significa prestígio para a nossa instituição, principalmente vindo de um ministro que é da nossa região e que reconhece o nosso trabalho em prol dos cidadãos paraenses. Estou me sentindo muito honrada por estar aqui e agradeço ao ministro por essa deferência. Levarei essa distinção com muito carinho para o meu Estado e para o Pleno do meu tribunal”, comentou.