CAPACITação atrai municípios além daqueles atendidos por edição

Versão para impressão

A cada edição do projeto CAPACITação tem aumentado o interesse dos gestores públicos municipais para participarem das atividades. Um exemplo disto é a participação de outros municípios além daqueles que são diretamente atendidos a cada edição. Segundo a coordenação do projeto, dirigido pela Escola de Contas Públicas “Conselheiros Irawaldyr Rocha” e que tem a frente a conselheira Mara Lúcia, vice-presidente do TCM-PA, o CAPACITação percorrerá todo o Pará até outubro deste ano e a metodologia escolhida foi a divisão do estado em regiões para atender a todas as Prefeituras e Câmaras de Vereadores, jurisdicionados do Tribunal de Contas dos Municípios do Pará (TCM-PA). “Cada região abrange um número específico de cidades e, dentre elas, é escolhido um município-polo que sediará as atividades durante os dias de evento”, explica a diretora executiva da Escola de Contas, Rosangela Quadros.

Este interesse foi confirmado na quarta edição do CAPACITação, ocorrida em Castanhal. De forma voluntária por parte dos jurisdicionados, houve a ampliação da participação de municípios além dos 17 abrangidos pela região Guamá, que são: Castanhal, Colares, Curuçá, Igarapé-Açu, Inhangapi, Magalhães Barata, Maracanã, Marapanim, Santa Maria do Pará, Santa Antônio do Tauá, São Caetano de Odivelas, São Domingos do Capim, São Francisco do Pará, São João da Ponta, São Miguel do Guamá, Terra Alta e Vigia. “Participam todas as equipes técnicas de prefeituras e câmaras do Guamá, além da participação de Uruará e Nova Esperança do Piriá, que são de outras regiões. Essas equipes são responsáveis pelo gerenciamento administrativo e financeiro dos municípios”, comentou o conselheiro do TCM-PA e responsável pela 4ª Controladoria - que tem nove do total dos municípios abrangidos na região, Antonio José Guimarães, sobre o sucesso do projeto. No total, a quarta edição reuniu 19 cidades e cerca de 160 participantes.

De maio à primeira quinzena de junho deste ano, foram atendidos aproximadamente 800 pessoas e 58 municípios paraenses pelo projeto. O CAPACITação orienta prefeitos, presidentes de Câmaras Municipais, secretários e outros servidores municipais para aplicação correta de recursos públicos e maior transparência nas gestões dos executivos e legislativos municipais paraenses. O projeto conta com apoio da Assembleia Legislativa do Pará e do Ministério Público de Contas dos Municípios do Pará.